Encontro do Fórum SP discute diretrizes socioambientais e regimento interno

por | abr 11, 2013 | Fórum Florestal de São Paulo

Nos dias 21 e 22 de março, na unidade de Capão Bonito da Fibria, foi realizado o XVI Encontro do Fórum Florestal de São Paulo. O encontro começou com a consolidação do Regimento Interno do Fórum e depois seguiu com diversos assuntos. As empresas iniciaram a apresentação de seus esforços para implantação das Diretrizes Socioambientais pactuadas pelos integrantes do fórum em 2012, com o objetivo de melhorar a relação das empresas com as comunidades presentes em sua área de atuação e também trazer mais sustentabilidade aos contratos de fomento. O monitoramento terá continuidade nos próximos encontros, liderada pelo GT Socioambiental coordenado por Marcio Meiken (Biodiversa /PEA / Novo Prisma (Eucatex)).

Iniciou-se uma discussão e análise dos impactos dos plantios de eucalipto sobre as árvores isoladas deixadas em meio aos talhões, principalmente em áreas do Cerrado Paulista. A empresa Novo Prisma (antiga Eucatex) apresentou um caso no município de Itatinga relatando que os indivíduos deixados em meio aos plantios realmente morreram, porém foi feito um plantio de espécies nativas como compensação. A discussão foi finalizada ressaltando-se a importância de estudos sobre a função ecológica das árvores isoladas no momento do planejamento da implantação de novos plantios e que se deve tomar cuidado com a afirmação generalizada que as florestas de eucalipto melhoram a biodiversidade em áreas já antropizadas, pois podem existir particularidades locais que não são consideradas.

Em seguida a empresa Fibria esclareceu a todos sobre uma denúncia de conflito feita em áreas de plantio no Sul da Bahia, afirmando ser comprovadamente infundada. O FF-SP considera importante as instituições participantes se manifestarem e abrirem para discussão os casos de denúncias, mesmo que eles sejam de outros estados.

No segundo dia de encontro a plenária contribuiu para as definições iniciais de um Seminário do FF-SP a ser realizado em dezembro de 2013 e que contará com uma publicação – Cadernos do Diálogo: Frutos do Fórum Florestal de São Paulo. Os participantes também sugeriram instituições (empresas e organizações do terceiro setor) a serem convidadas para ampliar a participação e representatividade no fórum, trabalho que já vem sendo realizado pela Secretaria Executiva.

Também foi definida a continuidade da discussão sobre a invasão e impactos das populações de javalis na Bacia do Alto Paranapanema. Decidiu-se por convidar diversas instituições para uma reunião técnica para o aprofundamento da questão com vistas à definição de parcerias para agir sobre o desafio de controle e monitoramento dessas populações ferais.

Por fim, seguindo os trabalhos do GT Planejamento da Paisagem foi apresentado o Plano de Ação da implantação do Corredor Ecológico Capão Bonito-Vale do Ribeira (ICMBIO), que conta agora com o apoio do fórum, e os trabalhos que vem sendo realizados para implantação do Corredor do Vale do Paraíba (ACEVP).


O encontro contou com os seguintes participantes:
Ana Celina Tiburcio – Grupo Consciência Ecológica
Fernanda Alvarenga – Fibria
Henrique Polli – Fibria
João Carlos Nagamura – Instituto Refloresta
João Pedro Pacheco – Fibria
Juliana Griese – Itapoty
Julio Cesar Braz da Silva – Instituto Refloresta
Luciana Batista Pereira – Suzano Papel e Celulose
Marcio Meiken – Biodiversa /PEA / Novo Prisma (Eucatex)
Maria Lucia Dário – Novo Prisma (Eucatex)
Naiara Carvalho – Suzano Papel e Celulose
Onara Oliveira de Lima – Fibria
Paulo Valladares Soares – ACEVP
Pedro Amâncio Mendes – FLONA Capão Bonito / ICMBIO
Veronica S. Veloso – FLONA Capão Bonito / ICMBIO
Vinicius Precioso – Suzano Papel e Celulose