Fóruns Regionais do Diálogo são prioridade em 2009

por mar 31, 2009Notícias0 Comentários

2009 será o ano dos Fóruns Regionais do Diálogo Florestal. Com a priorização das ações objetivando a consolidação dos mesmos e o intercâmbio entre eles, já foram realizadas inúmeras reuniões e estão agendadas várias atividades ainda para primeiro semestre.

O Fórum Florestal do Rio Grande do Sul, em sua reunião de 09 de março, em Porto Alegre, decidiu que o tema prioritário para este ano será a questão da água. Até a metade do ano deverá ser realizado um seminário sobre o tema, na cidade de Rosário. As discussões e resultados do seminário servirão como base para a publicação de um estudo caso: “Silvicultura e água no Pampa”.

Outros temas a serem desenvolvidos pelo Fórum Florestal do Rio Grande do Sul são: A adequação ambiental das propriedades, com a averbação de Reservas Legais e manutenção das Áreas de Preservação Permanente (APPs) e a questão da compensação ambiental, visando o uso dos recursos da compensação para apoiar a implantação de Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs) e também de Unidades de Conservação (UCs) públicas.

Já em Porto Seguro, ocorreu nos dias 05 e 06 de fevereiro, o primeiro encontro do Fórum Florestal do Sul e Extremo Sul da Bahia em 2009, onde foram discutidos os seguintes assuntos: estado atual da Plataforma GeoMeso, proposta de Monitoramento da Cobertura Florestal do Extremo Sul, apresentação ao CEPRAM da proposta de ampliação de plantios da Veracel, relato do grupo de trabalho de Ordenamento Territorial e avaliação das atividades de 2008.

O próximo encontro está marcado para os dias 8 e 9 de abril, também em Porto Seguro.

Em Lorena aconteceu, nos dias 26 e 27 de março, o IV Fórum Florestal de São Paulo. Na pauta do evento o projeto Corredor Ecológico do Vale do Paraíba, com o objetivo de discutir mais amplamente a possibilidade de maior participação do setor florestal junto ao projeto, que tem como um dos objetivos restaurar a mata atlântica nas propriedades rurais da região do Vale do Paraíba, em consonância com a fixação do homem no campo, geração de renda e valorização cultural da região.

Houve uma visita à fazenda do Instituto Oikos, onde foram contemplados projetos demonstrativos de agroecologia e agrossilvicultura.

Na cidade de Caçador (SC) aconteceu, nos dias 19 e 20 de março, a III reunião do Fórum Florestal PR e SC. Na reunião foram apresentados os primeiros resultados do diagnóstico feito para a região onde será implantado um projeto piloto de planejamento de paisagens. O GT do projeto piloto tem agora a função de elaborar uma proposta de ação para a região escolhida, que será apresentada e discutida na próxima reunião do Fórum que deverá acontecer nos dias 20 e 21 de agosto.

Uma outra deliberação da reunião foi a de realizar um intercâmbio com o Fórum do RS, visando a elaboração conjunta de uma publicação sobre o tema “água e silvicultura”, além da organização de uma mesa redonda sobre esse tema na próxima reunião.

Em Belo Horizonte, no dia 27 de março, aconteceu a reunião do Fórum Florestal Mineiro, que deverá dedicar suas próximas discussões em como se dará o funcionamento do Fórum e aprofundar a questão do carvão vegetal. O Fórum Mineiro tem entre seus participantes também empresas do setor da siderurgia. O próximo encontro será no dia 17 de abril, na sede da Plantar.

No Rio de Janeiro já ocorreram em 2009, duas reuniões do Fórum Florestal Fluminense. A primeira ocorreu no dia 28 de janeiro, na cidade de Resende, tendo como principal ponto da pauta a revisão de uma minuta de decreto para regulamentação dos artigos 10 e 14 da lei Estadual 5.067, de 9 de julho de 2007, que trata do Zoneamento Econômico Ecológico e do licenciamento da silvicultura.

A segunda reunião ocorreu no dia 25 de março, em Itaperuna, com o objetivo de discutir diretrizes para a realização de um programa estadual (ou regional) de adequação ambiental das propriedades rurais. Na pauta também estavam as atualizações sobre a situação da minuta de regulamentação ambiental da silvicultura, elaborada pelo Fórum e encaminhada ao Instituto Estadual do Ambiente (Inea), e sobre o andamento do inventário da silvicultura.

Já no Espírito Santo, está prevista para os dias 4 e 5 de maio, a II reunião do Fórum Florestal Capixaba, que será realizado na cidade de Santa Teresa, com o objetivo de ver de perto projetos de empresas e de ONGs, ligados ao tema do fomento florestal.