Diálogo Florestal participa de oficina sobre monitoramento do reflorestamento e da restauração da vegetação nativa

por ago 13, 2019Notícias0 Comentários

Nos dias 06 e 07 de agosto de 2019, o Diálogo Florestal participou em São Paulo da oficina “Como monitorar o reflorestamento e a restauração da vegetação nativa no Brasil?”, promovida pela Coalização Brasil, Florestas, Clima e Agricultura e pelo Pacto pela Restauração da Mata Atlântica.

A oficina reuniu diferentes especialistas, pesquisadores e gestores de diferentes organizações da sociedade civil, universidades e governo, para discutir métodos e critérios de identificação e mapeamento de áreas em processo de recuperação, utilizando sensoriamento remoto. Os resultados da oficina servirão de base para a proposta de uma plataforma de monitoramento das áreas em restauração e reflorestamento em todos os biomas do Brasil.

A plataforma de restauração que está sendo elaborada será uma grande oportunidade para os diferentes setores mostrar para o Brasil e para o mundo quais são os seus ativos de restauração florestal e como diferentes iniciativas estão contribuindo para o cumprimento de acordos internacionais, servirá também como uma importante ferramenta de planejamento nos diferentes territórios.

O Diálogo Florestal foi representado nessa oficina por Edilaine Dick, que integra o conselho de coordenação da iniciativa, é secretária executiva do Fórum Florestal PR e SC e coordenadora de projetos da Apremavi. Também participaram Beto Mesquita (Instituto BVRio) e Daniel Venturi (WWF Brasil), ambos do Conselho de Coordenação do Diálogo Florestal.

Autora: Edilaine Dick.