Diálogo do Uso do Solo Brasil

O Diálogo do Uso do Solo é uma plataforma de participação de múltiplas partes interessadas, com o propósito de reunir conhecimento e liderar processos que influenciam negócios responsáveis, melhorem a governança de territórios e promovam o desenvolvimento inclusivo em paisagens relevantes.

O Diálogo do Uso do Solo já contou com várias edições ao redor do mundo, como em Gana, Uganda, República Democrática do Congo e Tanzânia. No Brasil, foi realizado em 2016 e 2017 na região do Alto Vale do Itajaí, em Santa Catarina e em 2019, na Amazônia, na cidade de Belém com foco no Centro de Endemismo Belém (CEB).

Fases de Trabalho

  • Identificação dos pontos de divergência / ruptura (fracture lines) na política florestal
  • Busca de consenso sobre como resolver ou acomodar diferenças
  • Atuação na aproximação das diferenças e busca da garantia do manejo florestal sustentável

Estágios da Iniciativa

  • Diálogo de Escopo
  • Diálogos de Campo
  • Workshop de Finalização

Resultados Esperados

  • Construção de um ambiente de confiança entre as lideranças locais
  • Construção de engajamento
  • Envolvimento dos tomadores de decisão
  • Ambiente propício para criação e/ou fomento de plataformas lideradas por atores locais (fóruns, alianças, coalizões, etc.)
  • Impacto na política

Amazônia

O grande desafio na região do Centro de Endemismo Belém (CEB) é desenvolver maneiras de utilizar, sem destruir, o valioso capital natural, e inovar com atividades produtivas capazes de gerar emprego e renda para a população local. Os cerca de 140 municípios do Pará e Maranhão que compõem essa região são caracterizados por baixos Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) e altos Índices de Desigualdade (Gini). Ou seja, os desafios são imensos no que diz respeito à necessidade do desenvolvimento de atividades produtivas que aliem a proteção e a recuperação do capital natural.

Em Belém, nos dias 20 e 21 de agosto de 2019, foi realizado um diálogo de escopo no contexto da iniciativa do Diálogo do Uso do Solo. Participaram da reunião representantes de empresas, organizações da sociedade civil e instituições de ensino e pesquisa, e a reunião teve como objetivos principais:

• Definir áreas-chave de concordância e discordância (fracture lines) sobre o uso do solo no CEB e possíveis lacunas de informação;
• Analisar se as partes interessadas relevantes estão presentes ou se está faltando alguém;
• Determinar se existe um caminho baseado no diálogo para que as partes interessadas façam progressos significativos para alcançar uma visão comum sobre uso do solo no contexto do CEB.

 A reunião de um dia e meio foi uma incursão inicial para entender o estado da arte e pensar no uso do solo na região do CEB. Também foi um momento importante para escutar, aprender e compartilhar uma ampla gama de conhecimentos e experiências.

Realizada pelo Diálogo Florestal em parceria com a Conservação Internacional Brasil e The Forests Dialogue, a reunião teve como co-líderes Beto Mesquita (Instituto BVRio), Bruno Coutinho (Conservação Internacional Brasil), Ivone Namikawa (co-líder da iniciativa Diálogo do Uso do Solo no The Forests Dialogue, Klabin S.A.), Marcelo Pereira (Suzano S.A.) e Mauro Armelin (Amigos da Terra Amazônia Brasileira). Autuaram como facilitadoras Karoline Marques (Conservação Internacional Brasil) e Fernanda Rodrigues (Diálogo Florestal).

Conheça o documento que sintetiza o encontro pelo olhar das co-lideranças da iniciativa, o co-chairs summary e outros documentos:
Cochairs Summary – Inglês
Cochairs Summary – Português
Nota Conceitual
Programação Diálogo CEB

Mata Atlântica

O primeiro Diálogo do Uso da Solo no Brasil ocorreu de 25 a 28 de abril de 2016 na Mata Atlântica, localizada no Alto Vale do Itajaí, em Santa Catarina. Esse primeiro diálogo foi uma parceria entre o Diálogo Florestal Internacional (TFD, sigla em inglês para The Forest Dialogue), o Diálogo Florestal Brasileiro, a Associação de Preservação do Meio Ambiente e da Vida (Apremavi), o Profor e a União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN).

O objetivo desse diálogo no Brasil foi reunir o conhecimento existente no Alto Vale do Itajaí, os diferentes atores envolvidos em vários usos do solo na paisagem e otimizar os processos de engajamento social, a fim de definir cenários e ações que permitam melhorar a governança na região e a busca do desenvolvimento sustentável. Saiba mais sobre esta iniciativa aqui. Veja as fotos aqui.

A segunda reunião do Diálogo do Uso da Solo no Brasil ocorreu de 21 a 23 de março de 2017 no Alto Vale do Itajaí, Santa Catarina. Nesta reunião, os participantes produziram um mapa de áreas prioritárias para a implementação de paisagens sustentáveis em 8 temas:

  1. Turismo rural ou ecológico
  2. Atividades de produção sustentável
  3. Conservação da biodiversidade e dos recursos naturais
  4. Restauração
  5. Agressões ambientais que precisam ser sanadas
  6. Enriquecimento ecológico da vegetação existente com espécies nativas
  7. Corredores ecológicos e gestão paisagística integrada
  8. Áreas com maior risco de serem afetadas por inundações e deslizamentos de terra

Dentro desses tópicos, 150 áreas prioritárias foram identificadas e mapeadas. Os participantes também produziram descrições de ações recomendadas, incluindo atores a serem envolvidos e prazos para implementação. Os principais resultados podem ser conhecidos neste vídeo.

Saiba mais sobre o LUD realizado no Alto Vale do Itajaí:

Acompanhe

Notícias do LUD no Brasil e no mundo

Diálogo Florestal divulga resumo sobre o primeiro Diálogo do Uso do Solo na Amazônia

Diálogo Florestal divulga resumo sobre o primeiro Diálogo do Uso do Solo na Amazônia

Diálogo Florestal divulga resumo do primeiro encontro do Diálogo do Uso do Solo na Amazônia, realizado nos dias 20 e 21 de agosto de 2019, no Centro de Endemismo Belém (CEB), em Belém (PA). O encontro teve como objetivo a discussão sobre a importância de se pensar na paisagem de forma integrada para alcançar uma visão comum sobre uso do solo no contexto do CEB.

Publicação sobre Diálogo do Uso do Solo é lançada durante Congresso da IUFRO

Publicação sobre Diálogo do Uso do Solo é lançada durante Congresso da IUFRO

Neste dia 30 de setembro de 2019 o Diálogo Florestal lançou o volume 9 do Cadernos do Diálogo “O Diálogo do Uso do Solo: planejando paisagens sustentáveis”. O evento de lançamento da publicação, organizado em parceria com o The Forest Dialogue (TFD), aconteceu paralelamente ao Congresso Mundial da IUFRO.